CORONAVÍRUS DERRUBA BOLSAS CHINESAS NA REABERTURA DOMERCADO

Os mercados chineses fecharam em queda nesta 2ª feira (3.jan.2020) em seu 1º dia de operações desde 23 de janeiro, quando entraram em pausa para comemoração do feriado do Ano Novo Lunar, prolongado pelo governo devido à epidemia de coronavírus.

Bolsa de Xangai registrou queda de 7,72%, a 2.746,61 pontos, a maior redução diária em 4 anos. A Bolsa de Shenzhen caiu 7,88%, a 1.609,00 pontos. Já o índice da região administrativa de Hong Kong encerrou em leve alta, de 0,17%, a 26.356,98 pontos.
O impacto afetou negociações da moeda chinesa (yuan), que se desvalorizou e é cotada a 7 por 1 dólar.
Ao todo, os investidores tiraram US$ 393 bilhões (R$ 240 bilhões) das bolsas chinesas, segundo cálculos da agência Reuters.
Nos dias em que as bolsas estiveram em pausa, o novo coronavírus se espalhou pela China e ao menos 23 países. O número de mortos chegou a 362 e 17.486 pessoas foram infectadas.
Para evitar maiores danos, o Banco Central da China anunciou a injeção de 1,2 trilhões de yuans (R$ 732 bilhões) nos mercados durante esta 2ª com o objetivo de aumentar a liquidez e estimular a economia local.
CORONAVÍRUS DERRUBA BOLSAS CHINESAS NA REABERTURA DOMERCADO CORONAVÍRUS DERRUBA BOLSAS CHINESAS NA REABERTURA DOMERCADO Reviewed by Francisco Erivan Justino on segunda-feira, fevereiro 03, 2020 Rating: 5

Nenhum comentário: