NOTA DE ESCLARECIMENTO EMITIDO PELO SAAE DE SANTA CRUZ

Resultado de imagem para saae santa cruz rn

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O Serviço Autônomo de Águas e Esgotos (SAAE) de Santa Cruz, após tomar conhecimento de nota emitida pela Assessoria de Comunicação da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN), vem a público informar que:

1 – A nota traz informação equivocada quanto a quantidade de ligações de água ativas em Santa Cruz. Como o SAAE é a autarquia responsável pela distribuição, detém o controle de quantas ligações são ativas no município, já que é sua responsabilidade efetuar as ligações de água na cidade. Atualmente, Santa Cruz tem 12.769 ligações de água, somente na zona urbana, e não o número apresentado na nota emitida pela CAERN, que afirma que o município tem apenas 10.600 ligações de água;

2 – Santa Cruz vive, comprovadamente, um momento de escassez de água, que vem se agravando nos últimos anos com a diminuição da oferta de água por parte da CAERN para Santa Cruz. Para se ter uma ideia, em 2011, Santa Cruz recebeu, em média, 182.200,75 m³ (metros cúbicos) de água por mês, ou 253,05 m³ de água por hora. Ano passado (2018) a CAERN destinou, através da Adutora Monsenhor expedito, em média, 169.395,33 m³ de água por mês, ou 235,27m³ por hora, uma grande redução, em contraponto ao grande aumento populacional que Santa Cruz viveu no período;

3 – Essa quantidade de água é, visivelmente, insuficiente para abastecer toda a cidade, e Santa Cruz vive um rodízio no abastecimento, pois existem quatro setores que dividem a cidade, e a água destinada abastece apenas dois setores simultaneamente;

4 – Em sua nota, a CAERN afirma que a água é suficiente para abastecer toda a cidade, com base em média de abastecimento por habitante estabelecida pela ONU, mas essa média não é aplicada no Brasil, que tem uma média de abastecimento habitante/dia bem maior (cerca de 60%), e cada localidade deve respeitar suas especificidades. Natal, por exemplo, que é abastecida pela CAERN, tem setores, como Ponta Negra, que é um setor com hotelaria, que a média é 3 vezes maior que a estabelecida pela ONU, então o critério não é o principal para medir o abastecimento nos municípios brasileiros;

5 – A CAERN também não levou em consideração nesses números às chamadas “perdas de água no sistema adutor”, que ela é uma das que tem maior índice no Brasil. Um estudo feito pelo Instituto Trata Brasil em parceria com a GO Associados, amplamente divulgado pela imprensa estadual em maio deste ano, mostra que o sistema de adutoras administrado pela CAERN tem perda de cerca de 50% da água captada, tratada e pronta para ser distribuída. A cada 100 litros de água tratada pela CAERN, 49.9 litros se perde pelo caminho. Os motivos são variados, e apresentados pela própria CAERN, que afirma que na sua própria rede de distribuição existem problemas como vazamentos, ligações clandestinas e falhas de leitura de hidrômetro, entre outros, contribuindo para diminuição da vazão de água, trazendo prejuízos para o abastecimento de todas as cidades, inclusive Santa Cruz, que depende da água enviada pela CAERN para ser distribuída pelo SAAE em nosso município;

6 – Os cálculos da CAERN também não levaram em consideração o abastecimento de prédios públicos como escolas, hospitais, unidades básicas de saúde, além de prédios comerciais, em que o consumo de água é bem maior que o residencial, o que gera ainda mais dificuldades para o abastecimento de água em Santa Cruz;

7 – O SAAE volta a afirmar o compromisso de abastecer a cidade com a água que recebe, mesmo sendo insuficiente, e já fez cobranças públicas a CAERN para ampliação do abastecimento, sempre sendo negado, e sendo informado que a adutora trabalha no limite e não sendo possível aumentar a vazão da água para o município.

Com base nas negativas, e preocupado com o presente de escassez de água e tendo em vista o futuro com grande crescimento populacional que se vislumbra para Santa Cruz, o SAAE ajuizou nesta terça-feira (22) uma ação civil contra a CAERN, solicitando o envio de maior quantidade de água para abastecer regularmente todos os bairros de Santa Cruz, já que atualmente não se tem a quantidade necessária para toda a cidade ser abastecida de uma vez.

Esperamos sensibilidade da Justiça e da CAERN para que o nosso pleito seja atendido e possamos ter um melhor abastecimento de água para a população de Santa Cruz.

O SAAE volta a reiterar compromisso com a verdade e destaca que, é de nossa responsabilidade distribuir a água que compramos da CAERN e temos interesse em comprar mais água para ser distribuída, mas que a autarquia estadual tem negado constantemente o pedido, o que tem prejudicado a população santacruzense.

Por fim, continuamos a pedir a toda a população de Santa Cruz economia de água nos setores que estão sendo abastecidos, para que o rodízio seja feito em menor tempo e toda a população tenha prejuízos minimizados com a escassez de água que estamos vivenciando atualmente.

Assessoria de Comunicação Social do SAAE
NOTA DE ESCLARECIMENTO EMITIDO PELO SAAE DE SANTA CRUZ NOTA DE ESCLARECIMENTO EMITIDO PELO SAAE DE SANTA CRUZ Reviewed by Francisco Erivan Justino on quarta-feira, outubro 23, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário: