RN TEM AINDA 17 LOCALIDADES COM REGISTRO DE MANCHAS DE ÓLEO


Pelo menos 17 localidades do Rio Grande do Norte foram atingidas até agora pelas manhas de óleo que começaram a chegar à costa do Nordeste e Espírito Santo desde o último dia 30 de agosto.
Ao todo, desde então, 111 municípios foram afetados, segundo o último levantamento do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), divulgado nesta segunda-feira, 11.
O número de praias, rios, ilhas e mangues atingidos por óleo chegou a 494, de acordo com o monitoramento, e desses apenas 195 foram consideradas  “limpas”, ou seja, sem vestígios ou manchas.
Dentre as que ainda têm óleo, estão a Praia do Japaratinga e o Mangue da Foz do Rio Coruripe, em Alagoas, e a Ilha de Comandatuba e o Porto do Sauípe, na Bahia.
Por Estado, as 299 localidades ainda oleadas se distribuem da seguinte forma: Bahia (136),  Sergipe (47), Alagoas (44), Pernambuco (26), Rio Grande do Norte (17), Espírito Santo (14), Ceará (9), Maranhão (3), Paraíba (1) e Piauí (2).  O balanço do Ibama diverge do divulgado pela Marinha na mesma data, o qual aponta que “os Estados de CE, RN, PE, SE, PB, MA, PI, PA e AP estão com as praias limpas”.
Em relação à fauna, ao menos 133 animais oleados foram identificados pelo Ibama. Os dados se referem especialmente a tartarugas marinhas (89) e aves (30). Nas redes sociais, a Fundação Mamíferos Aquáticos chegou a compartilhar imagens da recuperação de uma ave oleada encontrada em Maragogi (AL).
As manchas de óleo voltaram a aparecer no final de outubro em seis praias do Rio Grande do Norte, monitoradas pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), que acionou grupos de limpeza. Foram elas Tabatinga, Búzios e Camurupim, as três no município de Nísia Floresta; a Praia do Giz e a Praia do Amor, em Tibau do Sul, além de Pirangi do Norte, em Parnamirim.
Desde que começaram a circular notícias de que peixes na costa potiguar estariam impróprios para o consumo devido ao vazamento de óleo na costa do Nordeste, as vendas de pescados, especialmente a cioba, o dentão e a arabaiana, tiveram seus valores reduzidos pela metade pelos atravessadores.
RN TEM AINDA 17 LOCALIDADES COM REGISTRO DE MANCHAS DE ÓLEO RN TEM AINDA 17 LOCALIDADES COM REGISTRO DE MANCHAS DE ÓLEO Reviewed by Francisco Erivan Justino on terça-feira, novembro 12, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário: