REMÉDIOS USADOS PARA CURAR MALÁRIA TEM RESULTADOS POSITIVOS NOS EUA, CHINA E AUSTRÁLIA




Estudos publicados em revistas acadêmicas dos EUA, China e França apontam que as drogas cloroquina e hidroxicloroquina, atualmente usadas no tratamento da malária e de doenças reumatológicas, apresentaram resultados promissores na inibição do novo coronavírus. No entanto, foram feitos testes em apenas 20 humanos e, por isso, existe um logo caminho de experimentos até que ela seja liberada para o novo uso. Mesmo assim, já há pacientes brasileiros que testaram positivo para o Sars-CoV- 2 e que tiveram a droga prescrita. "Este tipo de medicamento apresenta alta toxicidade, e o uso irrestrito poderia causar outros danos à saúde. 

A real eficiência não foi comprovada", diz Flavio Emery, professor da USP e presidente da Associação Brasileira de Ciências Farmacêuticas. "Qualquer uso de medicamento deve ser feito somente após consulta médica e acompanhamento farmacêutico". O remédio, que só pode ser comprado com receita médica, já começou a se esgotar nas redes de farmácias. O Ministério da Saúde apelou à população para que não compre esse tipo de medicamento. Segundo Denizar Vianna, secretário de Ciência e Tecnologia da pasta, há uma hipótese de que as substâncias ajudem no tratamento da Covid-19, mas é preciso que estudos sejam feitos ainda.
Globo
REMÉDIOS USADOS PARA CURAR MALÁRIA TEM RESULTADOS POSITIVOS NOS EUA, CHINA E AUSTRÁLIA REMÉDIOS USADOS PARA CURAR MALÁRIA TEM RESULTADOS POSITIVOS NOS EUA, CHINA E AUSTRÁLIA Reviewed by Francisco Erivan Justino on sexta-feira, março 20, 2020 Rating: 5

Nenhum comentário: