PERPLEXOS, PROCURADORES DIZEM QUE JANOT AGRAVOU SITUAÇÃO DO MPF AO ADMITIR QUE QUIS ASSASSINAR GILMAR


Integrantes da procuradoria viram a decisão do STF desta quarta (26) como derrota duríssima. O sentimento de que o caminho na cúpula do Judiciário tende a se estreitar foi fortalecido, horas após o veredito, com a divulgação no Estado de S. Paulo de entrevista do ex-procurador-geral Rodrigo Janot.
Janot afirmou que foi armado ao STF para matar o ministro Gilmar Mendes. Procuradores que trabalharam com ele disseram ter ficado “em choque, perplexos” com a revelação.
A fala de Janot repercutiu forte no Judiciário. Ministros disseram que ele desmoralizou o posto e acabou com a liturgia do cargo. Indagaram ainda se o ex-procurador estava bêbado ao falar sobre o assunto. A trama consta de livro que ele está prestes a lançar.
A revelação fez nomes do STJ afirmarem que Augusto Aras, o novo procurador-geral, deveria rever a escolha de Bonifácio de Andrada à sua vice. Associado a Janot, ele será “pessimamente recebido na corte”, disseram.
PAINEL FOLHA
PERPLEXOS, PROCURADORES DIZEM QUE JANOT AGRAVOU SITUAÇÃO DO MPF AO ADMITIR QUE QUIS ASSASSINAR GILMAR PERPLEXOS, PROCURADORES DIZEM QUE JANOT AGRAVOU SITUAÇÃO DO MPF AO ADMITIR QUE QUIS ASSASSINAR GILMAR Reviewed by Francisco Erivan Justino on sexta-feira, setembro 27, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário: