ÓLEO ENCONTRADO EM PRAIAS DO RN NÃO É DO BRASIL, INDICA IBAMA


As manchas de óleo que estão aparecendo em praias do Rio Grande do Norte e de outros estados do Nordeste não são do Brasil. É o que indica o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), após análise feita pela Petrobras.
Em nota, a estatal do petróleo destacou que “que o material encontrado não é produzido e nem comercializado pela companhia”. No entanto, não informou como o resultado foi obtido.
“Esse tipo de acidente nunca tinha acontecido aqui no Brasil. Normalmente, as manchas de origem desconhecida, que é o caso dessa, são de pequeno impacto e abrangem só um estado. É a primeira vez que a gente está vendo um acidente, sem poluidor conhecido, atingir tantos estados”, disse a coordenadora geral de Emergências Ambientais do Ibama, Fernanda Pirillo.
Segundo Fernanda, o número de localidades atingidas pelo óleo ainda pode aumentar. “A gente ainda está fazendo o diagnóstico. Muitas praias ainda não foram vistoriadas. Pode ser que óleo seja encontrado em outros locais, aumentando esse número”.
O petróleo foi encontrado em nove tartarugas, seis delas encontradas mortas, e em uma ave, também morta. Segundo o Ibama, não há evidências de contaminação de peixes e crustáceos, mas a avaliação da qualidade do pescado capturado nas áreas afetadas para fins de consumo humano é competência do órgão de vigilância sanitária.
“A gente orienta aos banhistas que não tenham contato com esse óleo e que se o encontrarem em alguma praia, que façam contato com os órgãos públicos indicando o local em que foram encontradas”, disse a coordenadora. A orientação vale para pescadores e demais profissionais que atuam nas praias.
No Rio Grande do Norte, o óleo foi encontrado em praias de Natal, Parnamirim, Extremoz, Nísia Floresta, Ceará-Mirim, Tibau do Sul, Maxaranguape, Canguaretama, Rio do Fogo, Baía Formosa e Touros.
Confira AQUI as praias atingidas em todo o Nordeste.
Origem do petróleo
A investigação do Ibama aponta que o petróleo que está poluindo todas as praias é o mesmo. Trata-se de petróleo cru, ou seja, não se origina de nenhum derivado de óleo, como gasolina e outros. Contudo, a sua origem ainda não foi identificada. Em análise feita pela Petrobras, a empresa informou que o óleo encontrado não é produzido pelo Brasil.
Mesmo sendo de origem estrangeira, os responsáveis estão sujeitos a multas de até R$ 50 milhões, em conformidade com a Lei de Crimes Ambientais, Lei 9.605/1988, segundo Fernanda.
O Ibama informou que requisitou apoio da Petrobras para atuar na limpeza de praias. Nos próximos dias, a empresa disponibilizará um contingente de cerca de 100 pessoas.
O Ibama orienta as pessoas que identificarem manchas de óleo em alguma praia a entrarem em contato com a prefeitura do local e com o instituto por meio da Linha Verde, no número 0800618080.
Resgate de animais
As organizações que atuam em parceria com o Ibama no resgate de animais também orientam as pessoas a entrar em contato para avisar de animais encontrados com óleo no corpo. O Projeto Cetáceos da Costa Branca, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (PCCB-UERN), é um desses parceiros, e divulgou uma lista no Facebook de entidades que devem ser procuradas, em cada estado.
A entidade pode ser contatada pelo telefone 084 99943 0058 e 084 98843 4621. As ligações podem ser feitas a cobrar.
De acordo com o PCCB-UERN, o atendimento aos animais com óleo segue protocolos técnicos nacionais e internacionais e é realizado por profissionais que passam por treinamentos e têm autorizações específicas. Dessa forma, são resguardadas a segurança e a salubridade do animal, dos profissionais e a da população.
AQUI a lista de animais atingidos pelo óleo.
ÓLEO ENCONTRADO EM PRAIAS DO RN NÃO É DO BRASIL, INDICA IBAMA ÓLEO ENCONTRADO EM PRAIAS DO RN NÃO É DO BRASIL, INDICA IBAMA Reviewed by Francisco Erivan Justino on sexta-feira, setembro 27, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário: