DIABÉTICA DE 97 ANOS COM APENAS UM RIM, HISTÓRICO DE CÂNCER E DOENÇAS CARDÍACAS É CURADA COM HIDROXICLOROQUINA E AZITROMICINA



Ela tem 97 anos, é diabética, portadora de apenas um rim, tem um histórico de câncer e doenças cardíacas. O coronavírus deveria tê-la levado. Em vez disso, ela é um verdadeiro milagre.

Jean Boccard, uma avó de 97 anos, apenas se lembra de sentir muito sono e cansaço. Seu cuidador ligou para o serviço de emergência quando ela caiu no chão. Não demorou muito para que os médicos lhe dessem a notícia: ela havia testado positivo para o coronavírus chinês.

A doença covid-19 pode representar uma ameaça maior para pacientes mais velhos e com problemas de saúde subjacentes, portanto seu diagnóstico foi mais assustador. Mas depois de uma semana de permanência no hospital, a idosa de Coral Springs, no estado americano da Flórida, superou o vírus mesmo com todo seu histórico, surpreendendo até o médico. Ela recebeu alta do hospital e voltou recentemente para casa.

“Ela é muito especial. Ela é uma dama de ferro”, disse o dr. Mike Perl, de Margate. “Eu não teria apostado que ela sobreviveria. Mas Deus ainda não a queria. Ela é um milagre.”

Segundo o médico Dr. Perl, além da idade avançada de Boccard, a idosa tem vários problemas de saúde subjacentes.

“Boccard tem apenas um rim, após superar um câncer de rim em 2005. Ela usa uma cadeira de rodas por causa de problemas no joelho. Ela tem doenças que a colocam na categoria de risco, como diabetes e doenças cardíacas. Ela tem tudo”, disse Perl.

Boccard se recuperou em um estado em que 92% de todas as mortes por coronavírus chinês ocorreram acima dos 65 anos de idade, e no Condado de Broward, onde 87% de todas as fatalidades tinham doenças crônicas.

Especialistas dizem que a sobrevivência dela é uma prova de quão pouco sabemos sobre a nova doença causada pelo vírus chinês.

“Ela é a mais velha que conheço do meu grupo que sobreviveu a isso”, disse Perl, referindo-se ao seu grupo de pacientes com covid-19.

Boccard, uma mulher corajosa de cabelos branquinhos, foi gerente de uma funerária por quase 30 anos em Miami Shores, na Flórida, e há 20 anos é viúva de uma ex-autoridade pública e prefeito da vila de El Portal, que fica perto de Miami Shores.

“Minha mãe é esperta”, disse seu filho, Vincent “Vince” Boccard. “Ela pode lhe contar todas as notícias atuais. Ela se arruma toda para assistir aos jogos do Miami Heat e bate em panelas e frigideiras quando o time marca pontos.”

Cerca de 3 semanas atrás, Boccard teve algumas consultas médicas de rotina. Na semana seguinte, ela começou a apresentar sintomas típicos de gripe, como coriza e tosse. Logo, ela já estava de cama.

Eu nem percebi que tinha”, disse Boccard. “Estava com muito sono, não conseguia ficar acordada”.

O Filho, Vince Boccard, ex-prefeito de Coral Springs, decidiu intensificar os cuidados médicos, mas quando seu cuidador a encontrou no chão e ligou para o 911 (serviço de emergência), sua ida à sala de emergência aconteceu mais rápido do que eles esperavam. Ela foi hospitalizada em 1º de abril, sendo colocada na unidade de terapia intensiva (UTI) com uma sala privada em Broward Health Coral Springs.

“Eu quero sair daqui, a comida é terrível”, dizia ela ao filho. “E eu não durmo porque eles estão sempre entrando e olhando para mim.”

O médico de Boccard, Dr. Perl, disse que ela foi tratada com hidroxicloroquina e azitromicina.
DIABÉTICA DE 97 ANOS COM APENAS UM RIM, HISTÓRICO DE CÂNCER E DOENÇAS CARDÍACAS É CURADA COM HIDROXICLOROQUINA E AZITROMICINA DIABÉTICA DE 97 ANOS COM APENAS UM RIM, HISTÓRICO DE CÂNCER E DOENÇAS CARDÍACAS É CURADA COM HIDROXICLOROQUINA E AZITROMICINA Reviewed by Francisco Erivan Justino on terça-feira, abril 14, 2020 Rating: 5

Nenhum comentário: