MAIOR BARRAGEM DO RN GANHA 125 MILHÕES DE METROS CÚBICOS NO INÍCIO DE ABRIL


O relatório da situação volumétrica dos principais reservatórios do Estado, divulgado nesta segunda-feira (8), aponta que nos últimos oito dias a barragem Armando Ribeiro Gonçalves, principal reservatório do RN, com capacidade para 2,4 bilhões de metros cúbicos, teve um acréscimo no seu volume de 125.104.000m³, no dia 1º de abril a ARG estava acumulando 551.616.000m³, atualmente ela está com 676.720.000m³, percentualmente, o reservatório passou de 22,98% da sua capacidade para 28,20%.

Dos 47 reservatórios com capacidade superior a cinco milhões de metros cúbicos, monitorados pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), 8 permanecem em volume morto, o que corresponde a 17,02% dos mananciais monitorados. Já os açudes que permanecem secos são 6, o correspondente a 12,76% dos reservatórios monitorados. Em um comparativo com o mesmo dia 8 de abril de 2018, os mananciais em volume morto eram 15, o que correspondia a 31,91% dos açudes do Estado. Já os secos eram 6, percentualmente, 12,76% dos reservatórios monitorados.

Apesar do número de reservatórios secos e em volume morto se manter o mesmo desde o último relatório do dia 1º, os volumes dos mananciais permanecem subindo. A Bacia Apodi/Mossoró está com 341.069.286 metros cúbicos, o que corresponde a 30,52% da sua capacidade hídrica superficial total. Já a Bacia Piranhas/Assú está com 851.390.446 m³, 28,70% do seu volume total superficial. As reservas hídricas superficiais totais do Estado somam 1.241.643.049 m³, percentualmente, 28,14% dos 4,411 bilhões de metros cúbicos que conseguem armazenar.

Dos reservatórios monitorados, 5 já sangraram, são eles: Beldroega, em Paraú; Mendubim, em Assú; Pataxó, em Ipanguaçu; Encanto, localizado em Encanto; e Riacho da Cruz II, em Riacho da Cruz. Outros reservatórios já passam dos 70% de volume acumulado, casos de: Marcelino Vieira, que já está com 90%; Rodeador, localizado em Umarizal, com 82%; Apanha Peixe, localizado em Caraúbas, com 73%; e Santo Antônio de Caraúbas, também com 73%.
A barragem Santa Cruz do Apodi, segundo maior reservatório do estado, com capacidade para 599,712 milhões de metros cúbicos, está acumulando 140.444.620 m³, o equivalente a 23,42% do seu volume máximo de acumulação.

O açude Umari, localizado em Upanema, com capacidade para 292,813 milhões de m³, está acumulando 118.602.771 m³, correspondentes a 40,50% da sua capacidade total.
Entre os reservatórios que ainda estão com baixos volumes estão: Itans, em Caicó, com 1,68% da sua capacidade; Zangalheiras, em Jardim do Seridó, com 1,14%; e Pau dos Ferros, com 1,96%. Já entre os que permanecem secos, estão: Marechal Dutra, popularmente conhecido como Gargalheiras, em Acari; Dourado, localizado em Currais Novos; e Santana, em Rafael Fernandes. 

Para o diretor-presidente do Igarn, Caramuru Paiva, o aumento de volume da ARG é animador. “A Armando Ribeiro Gonçalves é o nosso principal reservatório, o crescimento expressivo do seu volume nos dá uma perspectiva de que com a continuidade das chuvas nos próximos dias possamos chegar ao final de maio, quando a quadra chuvosa do interior se encerra, com reservas hídricas superiores às do ano passado e dentro do que prospectamos nos nossos estudos”, explica.


MAIOR BARRAGEM DO RN GANHA 125 MILHÕES DE METROS CÚBICOS NO INÍCIO DE ABRIL MAIOR BARRAGEM DO RN GANHA 125 MILHÕES DE METROS CÚBICOS NO INÍCIO DE ABRIL Reviewed by Francisco Erivan Justino on terça-feira, abril 09, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário: