SÃO GONÇALO: "NO CELEIRO DO FOLCLORE"

Por Maria Betânia Monteiro

Um canto de amor à cidade de São Gonçalo do Amarante é como o poeta e folclorista Deífilo Gurgel define o livro “São Gonçalo do Amarante – o país do folclore”. Apesar da declaração poética, o autor diz que todos os algarismos e informações são confiáveis. Eles são o resultado de mais de um ano de pesquisa intensa. “Eu já tinha andado em São Gonçalo na década de 1970, quando trabalhava na Fundação José Augusto e me dedicava ao folclore. Agora eu voltei ao município e descobri muitas coisas”, disse Deífilo em entrevista ao VIVER. O livro será lançado hoje, às 18h, no Teatro Municipal de São Gonçalo do Amarante.

Deífilo Gurgel lança, hoje, livro em que conta a história de São Gonçalo do Amarante, sob o ponto de vista das manifestações culturais.Os dados a que se referia Deífilo Gurgel foram pacientemente pesquisados em conversas e entrevistas. A ideia inicial do livro era dar um testemunho sobre o folclore de São Gonçalo. Em seguida o autor resolveu ampliar a ideia original e transformar o resgistro numa homenagem à cidade.

“Devo a São Gonçalo, praticamente, meu amor pelo Folclore potiguar. No ano de 1971, certa noite, fui até a cidade, guiado pelo Almirante do Fandango Natalense, Joaquim Caldas Moreira, a fim de ver o Bumba-meu-boi de Pedro Guajiru. Quando chegamos lá, me deparei com o grupo dançando. Fiquei parado, o coração batendo. Foi o meu primeiro alumbramento, como no poema de Manoel Bandeira”, escreveu Deífilo.

Pensando na cultura popular, nos amigos que fez em São Gonçalo do Amarante, Deífilo decidiu ampliar a homenagem a São Gonçalo, partindo do seu folclore para os mais diversos aspectos da vida do município, sua geografia, história, economia, cultura, religião, governantes, filhos ilustres. “Há uma legião de jovens nas escolas, esperando essas informações”, disse ele.
SÃO GONÇALO: "NO CELEIRO DO FOLCLORE" SÃO GONÇALO: "NO CELEIRO DO FOLCLORE" Reviewed by Francisco Erivan Justino on quinta-feira, dezembro 23, 2010 Rating: 5

Nenhum comentário: