PROTESTO CONTRA GOVERNO FÁTIMA BEZERRA TEM SIMBOLOGIA FORTE


O Dia Estadual de Luta em Defesa dos Serviços e dos Servidores Públicos na terça-feira (13) pode até não produzir grandes efeitos sob o ponto de vista administração e popular, mas tem um valor simbólico imensurável. É a primeira mobilização organizada por líderes sindicalistas e de movimentos de esquerda que deram sustentação ao projeto político da companheira Fátima Bezerra (PT), desde os primeiros passos, décadas atrás, passando pelas eleições de deputada, senadora e agora governadora do Rio Grande do Norte.

As bandeiras que vão tremular na rampa da Governadoria, erguidas por 13 sindicatos que formam o Fórum Estadual de Servidores são as mesmas que Fátima Bezerra carregou no passado recente.

Antes de ter se tornado governadora, Fátima foi presença em todas as mobilizações que ocuparam as ruas e o Centro Administrativo em Natal. Sempre, sem exceção de regra, gritando palavras de ordem em defesa de seus companheiros e, consequências, condenando os governos adversários.

A luta dos servidores estaduais de hoje é a mesma de ontem: pagamento dos salários atrasados, calendário dos salários atuais, reajuste salarial e valorização de carreira. A única diferença que do outro lado do balcão está quem até pouco tempo defendia o lado de cá do mesmo balcão.

É claro que a mobilização dos servidores não se dará com a mesma volúpia radical se o governo do RN fosse de outro partido ou matiz político. Há, de forma bem clara, o desejo de parte dos sindicatos de escudar a gestão da companheira Fátima. E não é apenas por afinidade política. Algumas entidades aceitaram participar do governo, indicando para cargos de primeiro e segundo escalões familiares, assessores e amigos. Por consequência, rifaram a função primordial do sindicato, que é justamente representar a luta de suas categorias.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação (SINTE), o maior sindicato do RN e o que mais influencia a luta dos servidores estaduais, optou por subir a rampa da Governadoria com Fátima Bezerra. O Sinte emplacou o comando da Secretaria de Educação e das 16 Diretorias Regionais de Educação (DIRECs), além de ter indicado vários nomes para cargos comissionados. Virou governista. Por consequência, funciona dentro do Fórum dos Servidores como “agente do governo” para enfraquecer as manifestações em prol dos servidores e proteger o governo.

No entanto, há um grupo de sindicatos, dentro do fórum, que não admite “rifar” a luta dos servidores. Um deles é o Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Administração Indireta (SINSP-RN). Recentemente, o site do Sinsp editou matéria sugerindo que tinha segmento do serviço público contemplado pelo governo, citando a educação e, de forma indireta, o Sinte-RN, e que esse segmento não estaria disposto a lutar pelos servidores. 
O Sinsp-RN expôs a divisão. Mais do que isso, firmou posição de quem é a favor dos servidores e de quem abandonou a luta para ser governista. É natural que essa divisão entre as entidades, estabelecendo, de forma mais clara, a luta entre sindicato de servidores x sindicato de governo. Questão de tempo.

Pois bem.

O Dia Estadual de Luta, que vai paralisar os serviços públicos por 24 horas, ainda não mostrará com clareza a decepção dos servidores com a gestão Fátima Bezerra, até porque no mesmo dia haverá protesto contra o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL), uma estratégia para “engolir” a manifestação estadual.

No entanto, a governadora Fátima Bezerra é consciente que a "lua de mel" acabou e o humor do servidor público tornou-se um "bom relógio", que nem os sindicatos amigos conseguirão desativar.


A única forma de evitar a explosão é, pelo menos, pagar o que deve ao servidor.
PROTESTO CONTRA GOVERNO FÁTIMA BEZERRA TEM SIMBOLOGIA FORTE PROTESTO CONTRA GOVERNO FÁTIMA BEZERRA TEM SIMBOLOGIA FORTE Reviewed by Francisco Erivan Justino on segunda-feira, agosto 12, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário: