PROGRAMA EUROCLIMA CAPACITA PONTOS FOCAIS DA AMÉRICA LATINA

Teve início na manhã desta quinta-feira(21) e vai até sexta(22) a Capacitação em gestão e análise de informação biofísica, social e econômica para o monitoramento, prognóstico e mitigação dos impactos da seca e degradação das terras na América Latina e no Caribe.

A capacitação é uma realização do Centro Comum de Investigação da Comissão Europeia (JRC/CE) e do Laboratório de Análise e Processamento de Imagens de Satélites da Universidade Federal de Alagoas (Lapis/Ufal), em parceria com o Instituto Nacional do Semiárido, Unidade de Pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnología e Inovação (Insa/MCTI) do Brasil.

Euroclima
O curso integra a programação da 2ª Reunião do Euroclima em Desertificação, Degradação das Terras e Seca, que acontece desde a última segunda-feira em Campina Grande (PB) e conta com a participação de representantes de 18 países da América Latina. O Euroclima é um programa de cooperação regional entre a União Europeia e a América Latina, com foco nas mudanças climáticas. Financiada pela União Europeia e coordenada pelo JRC, na Itália, a rede Euroclima reúne representantes de 18 países oriundos de institutos de pesquisa, universidades e agências que desenvolvem estudos sobre secas e processo de desertificação na América Latina. Ela visa facilitar a integração de estratégias de mitigação e adaptação às alterações climáticas nas políticas públicas e nos planos de desenvolvimento regional.

A Capacitação é parte da 2ª fase do Programa Euroclima (2014-2017), coordenado pela Direção Geral de Cooperação Internacional e Desenvolvimento (EuropeAid) da Comissão Europeia. A ação em seca, degradação das terras e desertificação é implementada pelo grupo de gestão de riscos climáticos do JRC e é parte das atividades da componente do programa Euroclima voltada para a “Agricultura sustentável, segurança alimentar e mudanças climáticas na América Latina: fortalecimento das capacidades dos atores-chave para adaptar a agricultura às mudanças climáticas e mitigar os efeitos da desertificação, degradação das terras e seca”.

Capacitação
O objetivo é aprofundar o conhecimento científico e difundir a aplicação de práticas metodológicas para a gestão de risco à seca e degradação das terras nas regiões geográficas da América Latina e do Caribe. A proposta é difundir os dados e informações desenvolvidos no marco do programa Euroclima, dentre os quais, as ferramentas disponibilizadas pelo Observatório da Seca e Degradação das Terras para América Latina

O foco da capacitação é posibilitar o uso de dados meteorológicos e/ou biofísicos locais associado aos dados regionais obtidos por meio do Observatório, a fim de desenvolver uma aplicação de gestão dos impactos da seca e dos problemas de degradação das terras e desertificação na América Latina e no Caribe.

O curso é planejado e coordenado pelo  professor Humberto Barbosa e tem como facilitadores o meteorologista Leandro Macedo e o agronômo Carlos Uzcategui, que atuam no Lapis/Ufal.
PROGRAMA EUROCLIMA CAPACITA PONTOS FOCAIS DA AMÉRICA LATINA PROGRAMA EUROCLIMA CAPACITA PONTOS FOCAIS DA AMÉRICA LATINA Reviewed by Erivan Justino on 22 abril Rating: 5
Postar um comentário

Romário Bispo