CARNAVAL 2019: BLOCO "OS SEM FRESKURA" JÁ ESTÁ COM ABADÁS A VENDA

Pelo terceiro(3º) ano consecutivo, o bloco ''Os Sem Freskura'' traz novidades para o público! Criado a partir do grupo de whatsapp em 2017, o bloco já conta com cerca de 500 componentes associados. Se você ainda não está associado a nenhum bloco para o carnaval 2019, Os Sem Freskura oferece a você uma excelente programação com muita diversão e  alegria, fortalecendo a nossa cultura carnavalesca.

O pacote contendo 01 abadá + 01 copo personalizado aos 300 primeiros + 04 dias de lazer, sendo 03 com música ao vivo, + 01 dia de mela-mela ao som de paredão, tudo isto, por apenas R$ 25,00 reais. É a festa carnavalesca mais barata que você vai participar junto com sua família. 

Com o tema: Alegria e Diversão, 3 Anos de Curtição.. "TÚM POVÃO". Já estamos empenhados a fazermos um belo carnaval, não fique de fora, sairemos com o Trio Elétrico (Pérola Negra), Paredão, Segurança e boa iluminação. 

Na compra do seu Abadá, você folião concorrerá a sorteios... e ainda tem direito a passar todo o carnaval numa área de lazer com piscina, música ao vivo e muito mais...! 

Se liga nesta programação e venha com a gente! 

Atrações confirmadas: (Melhor Programação de Santa Cruz-RN)

Dia 02 - Arrastão - Ericleidson Lima & banda e Dedé Moral(Elétrico)
Dia 03 - Swinga Moleque(com Banda) 
Dia 04 - Carlinhos Play(Elétrico) 
Dia 05 - Tony Show(Elétrico) 

Maiores informações ligue / Whatsapp: (DDD - 84) 
Erivan Justino: (84) 99806-6106 
Leandro: (84) 99620-5870  
Agostinho: (84) 99617-7618 
Léo: (84) 99618-2236
Selma Silva: (84) 99975-3399 
Janailson: (84) 99920-6130
Elisama: (84) 99616-8482
Joyce: (84) 99462-0686
Genildo: (84) 98803-7722
Welson: (84) 99990-6577
Francimário: (84) 99970-6174
Magnun Justino: (84) 99673-0653
Magson Justino: (84) 99621-7188
Editor: Magnun Justino
CARNAVAL 2019: BLOCO "OS SEM FRESKURA" JÁ ESTÁ COM ABADÁS A VENDA CARNAVAL 2019: BLOCO "OS SEM FRESKURA" JÁ ESTÁ COM ABADÁS A VENDA Reviewed by Francisco Erivan Justino on 28 fevereiro Rating: 5

Nenhum comentário:

Romário Bispo