COMPRADORES VISITAM ESPAÇO TERROIR NA FESTA DO BOI EM BUSCA DE FORNECEDORES


Trinta e dois expositores mostram e comercializam seus produtos no Espaço Terroir Potiguar, montado pelo Sebrae-RN no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim.
O objetivo é promover uma aproximação comercial entre os produtores locais e compradores de outros estados e do próprio Rio Grande do Norte. Nesta segunda, 15, começam as visitas guiadas com representantes comerciais e empresários para conhecer mais de perto a oferta de produtos.
Na primeira etapa da exposição, que termina nesta terça-feira, 16, estarão expondo os produtores das marcas CLAN (produtos lácteos), Raffe (cerveja artesanal), COOPAU, Doces Mirassol, Bom Demais (polpa de frutas), Extrema (cachaça de alambique), Perlage (vinhos e espumantes nacionais e sucos de frutas), Bacuri (cerveja artesanal), Doutor Pimenta (molhos artesanais), Grão (massas e biscoitos), Matury (castanha de caju), Cervejaria Holanda (cerveja artesanal), Pátria Amada (cachaça de alambique), Bom Fruit (açaí e polpas), Café Betel, COOAFARN (produtos da agricultura familiar), Gascana (rapadura e melaço), Massas São Francisco, Sabores da Vivenda (geleia e doces), Koru Brasil (temperos), Queijeira 504, Aqua Coco e Samanaú (cachaça de alambique).
A partir desta quarta-feira, 17, outros produtores ocupam os espaços com as marcas D’VINI (gastronomia artesanal), Aspargos Hortifruti, Dona Gertrudes (queijeira), Cabugi Foods (cortes de carne de cordeiro), Bom Demais (polpa de frutas), Cordeiro Chique (boutique de carnes), Mel Boa Fé (produtos apícolas), APROFAM – Associação dos Produtores da Feira Agroecológica de Mossoró (produtos orgânicos), Flor de Sal, Café Icla, e da AJOCA – Associação de Jovens Agroecologistas Amigos do Cabeço (mel de Jandaíra).
Um dos expositores é Darciano Aquino, que participa pela primeira vez do espaço montado pelo Sebrae na Festa do Boi. A sua empresa, a Doces Mirassol, produz 12 tipos de doces, sendo o carro-chefe o doce de caju. As frutas utilizadas na produção são oriundas de Natal e região metropolitana.
“A minha meta é expandir a produção, sempre priorizando a qualidade no processo de fabricação”, garante. Para crescer no mercado, pretende encontrar um parceiro que atue na comercialização, a área mais fragilizada do seu negócio. Com um suporte na parte comercial, Darciano concentraria seus esforços na produção, cabendo ao parceiro atuar de forma mais efetiva na comercialização dos doces.
Este ano, o produtor lançou uma novidade que espera impulsionar ainda mais o seu negócio: o fornecimento dos doces cristalizados para restaurantes e indústrias. “Embalados individualmente, são a sobremesa perfeita para acompanhar as refeições”, sugere ele, que cresceu vendo o seu pai produzir doces e herdou o gosto pela atividade agroindustrial.
Os doces de frutas típicas se destacam entre os produtos regionais. Geralmente são encontrados em mercados, supermercados e lojas de artesanato, principalmente o tradicional doce cristalizado de caju. Os de banana, goiaba e abacaxi também têm lugar de destaque nas gôndolas e na preferência dos clientes. Darciano conta que também comercializa seus produtos em lojas de aeroportos, feirinhas de artesanato e já distribui para as capitais nordestinas, como João Pessoa, Recife, Maceió, Salvador e Aracaju.
A empresa de Doces Mirassol foi criada por seu pai que era funcionário público e precisava de uma segunda fonte de renda. O negócio deu tão certo que se tornou a sua renda principal. O nome faz referência ao bairro onde a família Aquino morava, em Natal. Atualmente, a fábrica está instalada no parque industrial de Parnamirim, região metropolitana de Natal.
COMPRADORES VISITAM ESPAÇO TERROIR NA FESTA DO BOI EM BUSCA DE FORNECEDORES COMPRADORES VISITAM ESPAÇO TERROIR NA FESTA DO BOI EM BUSCA DE FORNECEDORES Reviewed by Erivan Justino on 16 outubro Rating: 5
Postar um comentário

Romário Bispo