VIOLÊNCIA TOMOU CONTA DO RIO GRANDE DO NORTE, DIZ GARIBALDI

garibaldi alves filho

O senador Garibaldi Alves (PMDB) tem se mostrado muito preocupado com a situação da segurança pública no estado do Rio Grande do Norte. De acordo com relatório levantado pelo Observatório da Violência Letal Intencional (Obvio), do começo deste ano até o último domingo 7, foram contabilizados 865 homicídios no estado. Ciente da gravidade dos números, Garibaldi pretende se reunir com o governador Robinson Faria (PSD) e com o deputado federal Felipe Maia (DEM) para debater a questão. Além disso, o senador irá retornar à tribuna do Plenário para retomar o assunto com seus colegas parlamentares.
Na última terça-feira, Garibaldi alertou que a violência tem tomado conta do estado, citando as diversas situações de assassinatos, assaltos a agências bancárias e outros crimes tanto em Natal quanto na Região Metropolitana e municípios do interior do estado. Ele lembrou que comparando os dados do Obvio no mesmo período, no ano passado, foram 659 vítimas. Entre as noites da última sexta-feira 5 e a de domingo 7, ocorreram 26 mortes decorrentes de violência intencional no estado. O senador ainda informou que na manhã da terça-feira 9 houve, em Natal, uma tentativa de assalto a um carro-forte de uma agência do Banco do Brasil.
Durante seu pronunciamento, o senador admitiu que o governo do estado não possui recursos financeiros para fazer frente à onda de criminalidade cada vez mais crescente no Rio Grande do Norte, destacando, ainda, que o efetivo de policiais militares potiguares é o mesmo há anos, sem que haja renovação e aumento de agentes de segurança.
“Não se pode admitir que uma população possa permanecer indefesa. Nós temos que dar um grito de alerta a respeito dessa situação. Esse Plano Nacional de Segurança precisa sair do papel. Essa situação não pode continuar dessa maneira, nós não podemos entregar uma população a sua própria sorte”, afirmou.
O Plano Nacional de Segurança Pública, inclusive, foi pauta bastante mencionada pelo senador. Entre os pontos principais da proposta, estão a modernização do sistema penitenciário e o combate integrado às organizações criminosas. A execução do Plano deveria começar no dia 15 de fevereiro pelas cidades de Natal, Aracaju e Porto Alegre, mas não foi o que aconteceu. Garibaldi, que classificou os dados do Obvio como “tenebrosos”, pediu urgência para que o Plano finalmente saia do papel para que a população possa estar mais segura, não apenas no Rio Grande do Norte, mas em todo Brasil.
“O Plano Nacional de Segurança precisa sair do papel. Acompanhado por outros senadores, estive com o ministro da Defesa, Raul Jungmann. Fizemos ver a ele que a situação atual não pode continuar. Não podemos deixar a população entregue à própria sorte e a Deus. Há uma emergência, as pessoas estão morrendo”, advertiu Garibaldi Filho.
Além de se encontrar com o governador Robinson Faria, Garibaldi também planeja se reunir com o presidente Michel Temer. A ele, pretende dizer que o Rio Grande do Norte está completamente entregue à violência e que o governo potiguar não tem recursos ou condições financeiras e operacionais para fazer frente ao crime organizado. O senador, contudo, avaliou que esta situação não é exclusiva do Rio Grande do Norte. “Qualquer estado hoje, não apenas o Rio Grande do Norte, está inerte diante da situação”, lamentou.
DUPLA
Garibaldi, em sua tentativa de sensibilizar o ministro da Defesa Raul Jungmann, não foi o único parlamentar em Brasília a tentar levar recursos para o Rio Grande do Norte. O deputado federal Walter Alves (PMDB) também tem se ocupado em fortalecer a capacidade de defesa no estado potiguar. Walter se reuniu, nas últimas semanas, com o ministro da Justiça Osmar Serraglio. A intenção de Walter é conseguir recursos do ministério para investir no estado potiguar, através da compra de novos equipamentos e viaturas; além de propiciar o aumento do efetivo policial e contribuir para melhorias na inteligência da Polícia Civil.
VIOLÊNCIA TOMOU CONTA DO RIO GRANDE DO NORTE, DIZ GARIBALDI VIOLÊNCIA TOMOU CONTA DO RIO GRANDE DO NORTE, DIZ GARIBALDI Reviewed by Erivan Justino on 12 maio Rating: 5
Postar um comentário

Romário Bispo