EM QUATROS DIAS, 16 PESSOAS FORAM SALVAS DO SUICÍDIO NA PONTE NEWTON NAVARRO

Desde sábado (20), dia em que o Portal No Ar noticiou o resgate de um rapaz, impedido de pular da Ponte Newton Navarro, arrancado do parapeito por policiais militares, um grupo de membros da igreja evangélica Assembleia de Deus Milagres montou acampamento, se organizou em turnos e, usando radio comunicadores, já conseguiram salvar 16 pessoas do suicídio na ponte.
“Um a gente não conseguiu salvar, pois ele pulou quando saímos pra comer”, contou o desempregado Wellington Inácio de Melo Filho, que está na ponte desde sábado, fazendo o trabalho de vigília.
Despois deste suicídio, mais membros da igreja se somaram à vigília e, e desde então, cerca de seis pessoas, sendo três de cada lado, ficam no alto da ponte atentas a qualquer um que chegue por lá em atitude suspeita. “A gente chega junto, oferece ajuda, conversa, ora e acompanhamos a pessoa até lá embaixo, onde um de nós ou mesmo a polícia, que passa muito por aqui, dá uma carona pra casa e entrega à família”, acrescenta Wellington.
No pé da ponte, pelo lado da Redinha, o grupo de fiéis do Pastor Rubens, idealizador da virgília, improvisou um acampamento, com tenda para refeições e barracas para repouso dos voluntários e até das pessoas que foram impedidas por eles de tentar contra a própria vida delas.
Há quatro dias no local, os voluntários já têm muitas histórias para contar, de pessoas de todas as idades, condições financeiras e aflições que em momentos de angústia pensam em não mais viver. O grupo que fica embaixo diz que está atento a pessoas em comportamento suspeito. “Ficamos por aqui, evangelizando e prestando atenção às pessoas. Quando identificamos um possível suicida, passamos uma mensagem por rádio a alguém que está no alto da ponte, passando as características físicas e vestimentas. Carros que param lá em cima, também são abordados pelos irmãos”, explicou Elisângela Leonês, vendedora autônoma, que deixou de trabalhar para atender ao chamado do pastor para o trabalho voluntário pela vida.
A meta dos homens e mulheres que se comprometeram com o trabalho de vigília e salvamento é passar 30 dias no local e, além de evangelizar e salvar vidas, querem chamar atenção para a necessidade de vigilância 24 horas e sete dias por semana no alto da ponte Newton Navarro.

Quer ajudar?

Até agora, os voluntários têm contado com a solidariedade de pessoas que, aos poucos, estão tomando conhecimento do trabalho. Os rádios para comunicação e uma moto para o transporte de cima a baixo da ponte foram emprestados por empresários, para os 30 dias de vigília.
Doações de água, comida pronta e colchonetes também são necessárias. “Seria muito bom se alguma empresa pudesse nos emprestar um banheiro químico, porque estamos tendo que ir no mato mesmo”, acrescentou Elisângela.

O que diz a Polícia Militar

Desde sábado (20), ao comentar o salvamento por PMs de um rapaz que tentou se jogar da ponte, o Tenente Coronel Franco, assessor de comunicação da Polícia Militar do RN, disse que é um desejo antigo da corporação manter guarnição 24 horas por dia na Newton Navarro. Mas, segundo o oficial, a falta de efetivo impede tal providência.
EM QUATROS DIAS, 16 PESSOAS FORAM SALVAS DO SUICÍDIO NA PONTE NEWTON NAVARRO EM QUATROS DIAS, 16 PESSOAS FORAM SALVAS DO SUICÍDIO NA PONTE NEWTON NAVARRO Reviewed by Francisco Erivan Justino on 25 abril Rating: 5

Nenhum comentário: