EXTREMISTA AUTOR DA MATANÇA EM MESQUITAS NA NOVA ZELÂNDIA COMPARECE ANTE TRIBUNAL

O extremista de extrema direita, autor do banho de sangue ocorrido na sexta-feira, 15, em duas mesquitas na Nova Zelândia – que matou 49 fiéis – foi apresentado neste sábado ante um tribunal na cidade de Christchurch, onde foi acusado de homicídio.
O australiano Brenton Tarrant, de 28 anos, algemado, escutou impassível a leitura das acusações contra ele.
O ex-preparador físico, de vez em quando olhava para os integrantes da imprensa presentes no tribunal durante a breve audiência realizada a portas fechadas por razões de segurança.
Tarrant não pediu fiança e permanecerá na prisão até a próxima audiência, marcada para 5 de abril.
Outras duas pessoas estão sob custódia, embora seus vínculos com o massacre sejam desconhecidos.
Uma terceira pessoa que havia sido detida mais cedo foi apontada como alguém comum com arma de fogo que tentou ajudar.
Do lado de fora do tribunal, foi possível ver agentes de elite fortemente armados em todos os pontos de acesso.
No lado de fora, os filhos de um afegão de 71 anos, Daoud Nabi, que morreu no tiroteio, exigiram justiça.
“É repugnante, é uma sensação de repugnância”, declarou um dos filhos de Nabi.
Enquanto isso, 42 pessoas – incluindo uma criança de apenas 4 anos de idade – ainda eram tratadas em vários hospitais como resultado dos ferimentos sofridos durante os ataques de Tarrant.
A ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, disse neste sábado que as vítimas incluem cidadãos da Turquia, Bangladesh, Indonésia e Malásia.
Segundo o canal de televisão Al Arabiya, há pelo menos um cidadão saudita entre as vítimas, enquanto as autoridades paquistanesas alegam que cinco de seus cidadãos estão desaparecidos.
EXTREMISTA AUTOR DA MATANÇA EM MESQUITAS NA NOVA ZELÂNDIA COMPARECE ANTE TRIBUNAL EXTREMISTA AUTOR DA MATANÇA EM MESQUITAS NA NOVA ZELÂNDIA COMPARECE ANTE TRIBUNAL Reviewed by Francisco Erivan Justino on 18 março Rating: 5

Nenhum comentário:

Romário Bispo