LICENÇA-PRÊMIO SUSPENSA: SINDICALISTAS DIZEM QUE FÁTIMA BEZERRA ATACA “DIREITO DOS TRABALHADORES”


Não bastasse a insatisfação e revolta dos servidores com a crise dos salários atrasados, a notícia hoje (22) de que o Governo Fátima Bezerra (PT) suspendeu o pagamento e gozo de licença-prêmio durante todo ano de 2019, caiu como uma bomba para afetar ainda mais as conversas entre governo e trabalhadores e está mobilizando sindicalistas contrários à medida apresentadas pela petista para conter a crise financeira do RN.
Um dos primeiros a se manifestar contrário ao decreto publicado hoje no Diário Oficial, foi o Sindicato dos Servidores da Saúde – SIndsaúde-RN, que comparou a atitude de Fátima Bezerra com o ex-governador Robinson Faria (PSD), acusando-os de jogarem a conta da crise estadual nos trabalhadores.
¨A justificativa da Governadora é a situação de calamidade financeira pela qual o Estado se encontra. No entanto, com essa medida, Fátima segue a mesma cartilha dos governos anteriores e joga a conta da crise nos trabalhadores.”, declarou Rosália Fernandes, diretora do Sindsaúde-RN.
Em comunicado divulgado pelo Sindsaúde, a categoria pontua a suspensão da licença-prêmio como “mais um ataque ao servidores” e diz que não irá aceitar o decreto.
“Gozar da licença-prêmio significa ter ganhos e não perdas. Não é possível que os servidores após anos servindo ao estado não possam gozar da licença-prêmio, que é um direito. Não vamos aceitar pagar a conta da crise do Estado”, declarou.
Com salários atrasados e ainda sem receber décimo terceiro de 2018, a diretoria do Sindsaúde explica que muitos servidores tem passado por dificuldades, não tendo nem mesmo o dinheiro para pagar passagem para ir trabalhar, e que estão sendo socorridos por campanhas de arrecadação de alimentos. Uma situação crítica, que poderia ser amenizada com a licença-prêmio, mas, para o sindicato, Fátima Bezerra não tem dado a devida atenção ao problema dos trabalhadores.
“A governadora que assumiu a gestão em menos de um mês parece não estar sensibilizada com a situação dos servidores, começamos uma campanha de arrecadação de alimentos porque muitos servidores estão passando dificuldade. Os servidores não têm dinheiro para ir trabalhar, não têm dinheiro para pagar passagem, não têm dinheiro para comprar comida, não têm dinheiro pra nada…. Aí a licença-prêmio que é um direito, que faz com que o servidor tenha uma certa “economia”, ela quer retirar”, disse Rosália.
LICENÇA-PRÊMIO SUSPENSA: SINDICALISTAS DIZEM QUE FÁTIMA BEZERRA ATACA “DIREITO DOS TRABALHADORES” LICENÇA-PRÊMIO SUSPENSA: SINDICALISTAS DIZEM QUE FÁTIMA BEZERRA ATACA “DIREITO DOS TRABALHADORES” Reviewed by Francisco Erivan Justino on 22 janeiro Rating: 5

Nenhum comentário:

Romário Bispo