RN ENTRA EM 2019 COM METADE DE CONSELHOS MUNICIPAIS DE TURISMO


O Rio Grande do Norte entrará 2019 com metade dos Conselhos Municipais de Turismo que tinha até recentemente, passando de 75 para 35 entre seus 167 municípios. A coordenadora do Ministério do Turismo, Ana Carla Moura, confirmou a informação durante encontro que participou nesta terça-feira, 27, na Escola de Governo, com representantes de prefeituras potiguares sobre a interiorização do turismo e o que os gestores precisam fazer se adequar a isso.
Critério de peso para se obter recursos do Prodetur + Turismo, programa federal criado em abril deste ano para interiorizar o turismo pelo País, a existência de Conselhos de Turismo nos municípios é condição básica para integrar o Mapa do Turismo Brasileiro. Sem isso, os municípios estarão fora do radar do Ministério do Turismo para recursos oficiais.
Natal e Tibau do Sul já se beneficiam do programa como tradicionais destinos, mas mesmo municípios que não dispõem de equipamentos turísticos como hotéis, podem sair ganhando, fornecendo mão de obra para àqueles que compõem o mapa, hoje calculados em 3.285 cidades e 328 regiões turísticas espalhadas pelo Brasil.
Criado em abril deste ano com R$ 5 bilhões na carteira, o Prodetur + Turismo levou pelo menos 70 representantes de municípios potiguares à Escola de Governo para ouvir uma longa exposição de Ana Carla Moura, do Ministério do Turismo.
Além do programa + Turismo, o seminário, organizado pela Secretaria Estadual de Turismo, debateu critérios para ingressar no Mapa, além da obrigatoriedade dos Conselhos municipais.
“Se temos a certeza do nosso potencial no setor, precisamos estar capacitados a receber esses investimentos que podem mudar a economia e, consequentemente, a qualidade de vida em qualquer município”, afirmou o secretário estadual de Turismo, Manuel Gaspar.
A subsecretária estadual de Turismo, Solange Portela, lembrou que o princípio do Programa de Regionalização desenvolve não apenas a oferta principal ao turismo, mas a oferta complementar e de apoio.
“Então, são muitos os caminhos que o turismo oferece para produzir receita ao município, que precisam estar inseridos nesses programas e esse Encontro foi uma ótima oportunidade para saber como”, observou.
As propostas para obtenção de financiamento incluem, por parte dos municípios, desde projetos de infraestrutura turística, saneamento básico, gestão e avaliação ambiental, transporte e mobilidade urbana. Priorizam também ações de qualificação, promoção, apoio à comercialização, pesquisa e inovação, empreendedorismo e parcerias público-privadas.
RN ENTRA EM 2019 COM METADE DE CONSELHOS MUNICIPAIS DE TURISMO RN ENTRA EM 2019 COM METADE DE CONSELHOS MUNICIPAIS DE TURISMO Reviewed by Erivan Justino on 28 novembro Rating: 5
Postar um comentário

Romário Bispo