FALTA DE COMBUSTÍVEL AMEAÇA CIRCULAÇÃO DO TRANSPORTE PÚBLICO EM NATAL


A paralisação dos caminhoneiros deflagrada na última segunda-feira, 21, ameça afetar a circulação de ônibus em Natal. A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana de Natal (STTU) estuda anunciar redução do número de veículos em circulação.
Por conta dos bloqueios nas estradas e rodovias federais, o estoque de diesel não está sendo reposto nos tanques das empresas de ônibus.
A titular da STTU, Elequicina Santos, está reunida com a direção do  Sindicato dos Comércio Varejista dos Derivados de Petróleo do Rio Grande do Norte (Sindipostos). A intenção é ter informações sobre a real situação do abastecimento do diesel para os transportes.
Outras sete capitais brasileiras já enfrentam problema de desabastecimento de diesel. Em São Paulo, cerca de 40% da frota de ônibus não saiu às ruas nesta quinta-feira.
A informação é de que o Sindicato das Empresas de Transporte Público de Natal (Seturn) solicitou a redução de frota, para que não aconteça um colapso na circulação de ônibus em Natal.
Segundo o Nilson Queiroga, consultor técnico do Seturm, o estoque de diesel das empresas de Natal tem previsão para durar dois dias. As empresas não estão conseguindo repor o combustível.
“Pedimos uma providência para a situação. Não sabemos até quando durará o protesto. É uma ação para reduzir prejuízos para o setor de transporte público”, justifica Nilson Queiroga.
FALTA DE COMBUSTÍVEL AMEAÇA CIRCULAÇÃO DO TRANSPORTE PÚBLICO EM NATAL FALTA DE COMBUSTÍVEL AMEAÇA CIRCULAÇÃO DO TRANSPORTE PÚBLICO EM NATAL Reviewed by Erivan Justino on 24 maio Rating: 5
Postar um comentário

Romário Bispo