DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA 2018 COMEÇA NO DIA 1º DE MARÇO


O prazo para a entrega da Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) começa no próximo dia 1º e vai até o dia 30 de abril deste ano, informou a Receita. O programa de preenchimento da declaração estará disponível na próxima segunda-feira, 26.
Estão obrigados a declarar quem recebeu rendimentos tributáveis em 2017, em valores superiores a R$ 28.559,70. No caso da atividade rural, deve declarar quem teve receita bruta acima R$ 142.798,50.
Tradicionalmente, quem preencher e entregar a declaração mais cedo deve receber a restituição do Imposto de Renda antes, pois a Receita prioriza a ordem de entrega. Também há preferência para pessoas com idade igual ou superior a 60 anos, portadores de necessidades especiais e contribuintes com doenças graves. O primeiro lote costuma ser pago em junho.
A expectativa da Receita Federal é que sejam entregues 28,8 milhões declarações de IRPJ em 2018, 300 mil a mais que as recebidas pelo Fisco em 2017. Quem perder o prazo de 30 de abril deverá pagar multa de 1% por mês de atraso, calculada sobre o imposto devido. O valor mínimo da multa é de R$ 165,74 e o máximo é de 20% do IR devido.
Novidade. O supervisor nacional do Imposto de Renda de Pessoa Física, Joaquim Adir, afirmou nesta sexta-feira, 23, que o número de declarações retificadoras – aquelas entregues para corrigir erros e falhas nas informações prestadas – têm diminuído a cada ano, o que indicaria que os programas de preenchimento e envio das declarações estão ficando mais simples e fáceis de usar.
Adir destacou também, a partir deste ano, o programa gerador da declaração de IR permitirá a impressão do Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf) para o pagamento das quotas do imposto, mesmo as que estiverem em atraso.
Neste ano, será obrigatória a apresentação do CPF para dependentes a partir de 8 anos, completados até o dia 31 de dezembro de 2017.
Na declaração de bens, serão incluídos campos para informações complementares, como números e registros, localização e número do Registro Nacional de Veículo (Renavam).
Também será incluída a informação sobre a alíquota efetiva utilizada no cálculo da apuração do imposto.
Outra mudança é a possibilidade de impressão do Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf) para pagamento de todas as quotas do imposto, inclusive as que estão em atraso.
Tabela. Ao contrário do que acenou o governo nos últimos anos, não há ainda decisão sobre a correção da tabela de isenção do IR. Nas contas do Sindifisco, há defasagem de 88,4%% na tabela do IR desde 1996. Isso significa, na prática, que pessoas com renda de até R$ 3.556,56 ao mês poderiam ser excluídas da prestação de contas. Isso, porém, reduziria a arrecadação.
DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA 2018 COMEÇA NO DIA 1º DE MARÇO DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA 2018 COMEÇA NO DIA 1º DE MARÇO Reviewed by Erivan Justino on 23 fevereiro Rating: 5
Postar um comentário

Romário Bispo