UERN DEMITE 86 SERVIDORES EFETIVOS SEM TER PRESTADO CONCURSO PÚBLICO

Fachada da UERN

A Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN) demitiu, por meio de portaria publicada na edição desta quinta-feira, 18, do Diário Oficial do Estado, 86 servidores que haviam sido efetivados sem ter prestado concurso público previamente.
De acordo com a portaria, assinada pelo reitor Pedro Fernandes Ribeiro Neto, a exoneração em massa cumpre uma determinação do Supremo Tribunal Federal proferida em setembro de 2016 no âmbito de uma Ação Direta de Inconstitucionalidade ingressada pela Procuradoria-Geral da República.
Na decisão, publicada em acórdão elaborado pelo ministro Dias Toffoli, o STF entendeu que os servidores – contratados entre janeiro de 1987 e junho de 1993 – ocupavam os cargos ilegalmente por não serem concursados. Uma lei estadual havia autorizado a efetivação dos funcionários, mas o Supremo a julgou inconstitucional.
Na última terça-feira, 16, a decisão transitou em julgado, isto é, não cabe mais recursos, o que impõe o seu cumprimento. Além disso, o prazo de um ano estabelecido pelo STF para que a UERN contratasse novos servidores, de modo a não prejudicar os serviços oferecidos pela instituição, se esgotou ainda no passado.
CONFIRA A LISTA DOS SERVIDORES DEMITIDOS:
Airton Xavier da Silva
Alberto Fernandes do Nascimento
Alexandre Canuto de Souza Filho
Ana Betânia dos Santos Silva
Ana Lúcia Moreira de Castro Nascimento
Antônia Clea da Silva
Antônia de Castro Lopes
Antônia Neuman de Oliveira Davi
Antônio Cláudio Nogueira
Antônio Francisco da Silva
Arlene Duarte da Silva
Arlindo de Assis Vieira
Beriozka de Sousa Loia Medeiros
Carla Márcia Rebouças Wanderley
Carlos Antonio dos Santos
Claudia Cristina Leite Barreto
Cleide Rodrigues de Araujo Vasconcelos
Cristiane Maria da Silva Torquato Regina
Cristina Ferreira de Vasconcelos
Edilson Marques Veras
Elcy Cleide Marques da Silva
Flavio Robson Alípio de Souza
Francisca das Chagas Cunha de Melo
Francisca Rosiene de Melo
Francisca Sousa da Silva
Francisco Antônio Ferreira Pereira
Francisco das Chagas de Melo
Francisco de Assis Oliveira Lima
Francisco de Paula Vidal Silva
Francisco Iranê Sabino
Francisco José de Oliveira
Francisco Lobato da Assunção
Francisco Luciano Alves de Melo
Francisco Severino Neto
Francisco Simplício Alves
Ismael Fernandes de Melo
Isolina Maria Tavares de Melo Gabbiani
Jacqueline Dantas Gurgel Veras
Jair Régis Nogueira
Janaína Couto Pessoa
Jane Mayre Nogueira de Lima
Janice Barbosa da Silva
Janilda Dutra Fonseca Veras
Jeanne Carlos de Queiroz Lacerda Martins
João Bonifácio Filho
João Gregório Cabral de Lima
João Pinto de Mesquita Filho
Jocelito Barbosa de Góes
Jorge Luiz de Castro Soares
José Expedito Pereira Filho
Joseneide Roque de Souza
Karina Maria Bezerra Rodrigues Gadelha
Kellya Fernandes Queiroz de Almeida
Laurilanio Almeida Silva
Ledjane Mayre Cosme Pereira
Leidimar Batista do Nascimento Linhares
Leila Barbalho de Medeiros
Lucrécia Maria Brito Marques
Luiza Marilac de Lima Macedo
Manuel Sueldo de Oliveira
Maria Aparecida Costa Souza
Maria Cícera Honorato
Maria da Conceição da Cunha Moura
Maria de Fátima Sousa da Silva
Maria de Lourdes Linhares Sobrinha
Maria Eliete dos Santos
Maria Ezilda de Souza
Maria Lúcia Nunes
Maria Neuma Machado
Maria Onete Fernandes Oliveira
Marília Cavalcante de Freitas
Marlene Marleide de Freitas
Michely Frota dos Santos Lopes
Moacir Eufrásio do Nascimento
Neófita Maria de Oliveira Ragazzi
Neri Silva de Carvalho
Neriana Couto de Souza Mota
Nilma Carlos da Costa Goes
Noguchi Oliveira de Morais
Raimunda Cristina Leite de Melo
Rejane Cleia Souza e Costa
Rejane Maria Dantas Pinto
Rosita Rodrigues Bezerra
Valdineia Pereira de Morais
Zeiza Maria de Sales Guerra
Zeneuda Mendes de Lima
UERN DEMITE 86 SERVIDORES EFETIVOS SEM TER PRESTADO CONCURSO PÚBLICO UERN DEMITE 86 SERVIDORES EFETIVOS SEM TER PRESTADO CONCURSO PÚBLICO Reviewed by Erivan Justino on 18 janeiro Rating: 5
Postar um comentário

Romário Bispo