SEM AJUDA PÚBLICA, CASA DURVAL PAIVA SE MANTÉM COM 20 MIL DOAÇÕES/MÊS



Vinte e dois anos. É esse o tempo que a Casa de Apoio à Criança com Câncer Durval Paiva tem de serviços prestados no Rio Grande do Norte. A partir de um diagnóstico de câncer infantil o projeto começou a ser idealizado no Estado. Rilder Campos conheceu a essência da coisa na Filadélfia, nos Estados Unidos, e desde então abraçou a causa. De 1994 para cá, a CAAC já atendeu cerca de 1.400 crianças e sempre se manteve através de doações. Hoje, por exemplo, o número de doadores beira a casa dos 20 mil entre pessoas físicas e empresas parceiras, que contribuem sempre de acordo com suas capacidades.
Motivado pela propagação das boas ações, o Agora Jornal buscou entender melhor qual o funcionamento da Casa Durval Paiva, localizada no bairro do Barro Vermelho, em Natal. Hoje, quase 600 crianças são atendidas pela entidade e recebem atenção, amor e carinho diariamente. E apesar da instituição ser genuinamente potiguar, crianças de várias partes do Nordeste são recebidas por ela com a mesma boa intenção que as demais. Sergipe, Paraíba, Maranhão e Piauí são algumas das federações que já experimentaram – e aprovaram – os serviços da CAAC.
“Nós estamos com mais de 22 anos de serviços prestados à saúde pública do Rio Grande do Norte. Acolhemos crianças com câncer e com doenças crônicas de todo território potiguar e também de alguns outros estados nordestinos. Em suma, nós fazemos um trabalho de inclusão social e acolhemos esses pacientes quando estão em suas fases de tratamento. Temos espaços voltados para a educação, informática e leitura (no caso das crianças), além de também proporcionarmos situações de capacitação para as mães, onde ensinamos a produzirem ofícios e crescerem enquanto profissionais”, disse Rilder Campos.
Segundo o diretor e idealizador da instituição, as mães que estão passando pelas etapas de capacitação na Casa Durval Paiva estão sendo bastante beneficiadas em suas vidas. Atualmente, várias delas já estão inclusas no mercado, principalmente através de iniciativas próprias. “Tem mães que foram capacitadas por nós que estão cuidando de salão de beleza, promovendo eventos infantis e produzindo artesanato. Buscamos dar esse equilíbrio entre filhos e mães para que todos saiam positivamente da Casa”, completou Rilder.
A Casa Durval Paiva é aberta para receber visitas diariamente e qualquer pessoa pode conhecer as instalações da instituição. Não é necessário protocolo prévio para a visita, bastando apenas a apresentação na própria sede da entidade. “Estamos abertos a receber o carinho de todas as pessoas que quiserem conhecer a nossa instituição. As visitas são livres e sempre temos orgulho e mostrar o trabalho que a Casa Durval Paiva desenvolve em favor das crianças do Rio Grande do Norte”, encerrou.
SEM AJUDA PÚBLICA, CASA DURVAL PAIVA SE MANTÉM COM 20 MIL DOAÇÕES/MÊS SEM AJUDA PÚBLICA, CASA DURVAL PAIVA SE MANTÉM COM 20 MIL DOAÇÕES/MÊS Reviewed by Erivan Justino on 16 agosto Rating: 5
Postar um comentário

Romário Bispo