PARÓQUIA DE SANTA RITA LANÇA SEGUNDA EDIÇÃO DA REVISTA "O ROSEIRAL"

Lançada em 2016, numa parceria entre Paróquia de Santa Rita de Cássia, Café Santa Clara e o refresco Frisco, da empresa 3 corações, a Revista O Roseiral se destacou por trazer importantes relatos da história de Santa Cruz, bem como notícias e entrevistas para os seus leitores. A publicação anual é lançada dentro dos festejos da padroeira, Santa Rita de Cássia.
Neste ano de 2017, a Pastoral da Comunicação ficou responsável por montar uma equipe responsável pelo lançamento da revista. Sendo renovada não só a diagramação, a publicação tem uma variedade maior de gêneros jornalísticos, passando pelas reportagens, entrevistas, crônicas, relatos, editoral e vários outros textos importantes.
Durante a coletiva de imprensa, o Padre Vicente destacou a qualidade da revista O Roseiral. “Esse ano estamos com um bom conteúdo, é uma revista robusta, com 56 páginas, com notícias interessantes sobre nossa comunidade. Ficou um trabalho muito bonito”, disse o pároco.
O editor e diretor da Revista, Wallace Azevedo, explicou que a dedicação da equipe foi fundamental. “Nós temos matérias interessantes para a comunidade, conhecer mais a história e memória do nosso município, além de valorizar os acontecimentos locais. A revista foi reformulada e deverá ser outro grande sucesso da Festa de Santa Rita 2017”, explicou.
A manchete de capa é a reforma da Igreja Matriz de Santa Rita, tendo ainda uma crônica com o ex-pároco Padre Humberto Negreiros, uma reportagem especial de estudantes de jornalismo da Universidade Potiguar sobre o Teleférico de Santa Cruz, além de matérias interessantes sobre a Congregação Filhas do Amor Divino, as ações do Padre Vicente em Santa Cruz, a renovação da provisão do pároco, as mudanças no Instituto Cônego Monte e outros temas de interesse da comunidade.
PARÓQUIA DE SANTA RITA LANÇA SEGUNDA EDIÇÃO DA REVISTA "O ROSEIRAL" PARÓQUIA DE SANTA RITA LANÇA SEGUNDA EDIÇÃO DA REVISTA "O ROSEIRAL" Reviewed by Erivan Justino on 04 maio Rating: 5
Postar um comentário

Romário Bispo