CANÇÃO DA PM-PA GERA POLÊMICA: ‘MIRO NA CABEÇA, ATIRO SEM ERRAR’


Um vídeo gerou repercussão nas redes sociais ao mostrar o treinamento de policiais militares do Paraná cantando hinos motivacionais de conteúdo violento. Na gravação, é possível ouvir os agentes da Ronda Tático Motorizado (Rotam) entoando frases como “Eu miro na cabeça, atiro sem errar”.

O hino motivacional usado pela corporação prossegue com outros trechos que incitam agressão:
“Bate na cara, espanca até matar. Arranca a cabeça, explode ela no ar. Arranca a pele e esmaga os seus ossos, joga ele na vala e reza um Pai Nosso”, diz a letra.
De acordo com a assessoria de imprensa da PM, que emitiu nota a respeito do caso, as imagens foram produzidas durante um treino de soldados da Rotam na Academia do Guatupê, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.
“Apesar de estarem caindo em desuso, estas canções são utilizadas pelas forças de segurança pública no Brasil e no mundo inteiro. Na PM do Paraná, apesar de não haver orientação proibitiva, alguns grupos as utilizam durante treinamento. No entanto, a PM destaca que estas canções não determinam a formação e nem a conduta de atuação dos policiais militares nas ruas diariamente”, diz o comunicado.
A PM afirma ainda que “em sua missão constitucional, se pauta pela atuação de policiamento comunitário, em consonância com os Direitos Humanos e de absoluto respeito à dignidade da pessoa humana”.
Antes de viralizar na web, a publicação do vídeo foi feita na página Admiradores da Polícia Militar do Paraná, no Facebook, no dia 25 de março deste ano, onde já teve mais de 200 mil visualizações.
CANÇÃO DA PM-PA GERA POLÊMICA: ‘MIRO NA CABEÇA, ATIRO SEM ERRAR’ CANÇÃO DA PM-PA GERA POLÊMICA: ‘MIRO NA CABEÇA, ATIRO SEM ERRAR’ Reviewed by Erivan Justino on 17 maio Rating: 5
Postar um comentário

Romário Bispo