POLÍCIA INVESTIGA 'PACTO DE MORTE’ DE CASAL ACHADO MORTO EM HOTEL EM SÃO PAULO

Foto: Reprodução

O casal encontrado morto no último domingo, 16, em um hotel de luxo em São Paulo, deixou um roteiro de “como aproveitar a morte” e mensagens de despedida, segundo as investigações da Polícia Civil. Investigadores e peritos apreenderam cartas no quarto onde Luis Fernando Hauy Kafrune, de 19 anos, e Kaena Novaes Maciel, de 18, foram encontrados no Maksoud Plaza, na Bela Vista, no centro.
A principal hipótese, para a polícia, é de que os dois fizeram um pacto de morte: Kafrune deu um tiro na cabeça da namorada e se matou em seguida. O casal foi localizado pelos familiares graças ao rastreador de celular. Funcionários do Maksoud Plaza tiveram de arrombar a porta do quarto e encontraram os dois caídos na cama. O jovem segurava uma pistola calibre 380 em uma das mãos.
Segundo a polícia, o casal recentemente retomou um relacionamento de dois anos. No domingo pela manhã, eles foram até a casa do padrasto de Kaena e furtaram uma arma que ele guardava. Em seguida, saíram e não deram mais notícias.
Policiais do 5º DP (Aclimação) vão chamar familiares do casal para prestar depoimentos ainda esta semana.
POLÍCIA INVESTIGA 'PACTO DE MORTE’ DE CASAL ACHADO MORTO EM HOTEL EM SÃO PAULO POLÍCIA INVESTIGA 'PACTO DE MORTE’ DE CASAL ACHADO MORTO EM HOTEL EM SÃO PAULO Reviewed by Erivan Justino on 19 abril Rating: 5
Postar um comentário

Romário Bispo