ANDERSON SILVA SUPERA BRUNSON E VOLTA A VENCER APÓS MAIS DE 4 ANOS

Foto: Anthony Geathers/Getty Images/AFP

Anderson Silva voltou a ser soberano no octógono e venceu o norte-americano Derek Brunson no UFC 208, em Nova York, na madrugada deste domingo (12). O ex-campeão finalmente encerra jejum de triunfos que já durava mais de quatro anos.
Spider apostou no apoio familiar na entrada para a arena e até substituiu sua música de entrada tradicional, “Ain’t No Sunshine”, de DMX, por “Doom”, de seu filho Kalyl Silva. O brasileiro caminhou o percurso dos vestiários até o cage acompanhado por dois herdeiros. A torcida estava com Anderson e o incentivou desde então até o final do combate.
No octógono, a primeira surpresa foi a mudança de estilo de Brunson: normalmente impetuoso, o norte-americano estudou a luta nos primeiros movimentos, em sinal de respeito à lenda e para evitar o melhor do jogo de Anderson Silva, justamente os contragolpes. Foram cinco minutos de trocação intensa em um round equilibrado. Silva destacou-se em dois cruzados de direita, e o adversário em sequência de golpes no clinch.
Anderson se soltou no segundo período: abaixou a guarda, gingou capoeira e encaixou bons golpes. Em dado momento, conectou soco rodado e chute no tronco de Derek, que respondeu com queda. O brasileiro se levantou rápido. Na trocação, mostrou superioridade. O último assalto começou com mais uma tentativa de queda de Brunson, novamente frustrada: Spider pareceu mais afiado do que nunca na defesa de ataques às pernas.
Finalmente, a um minuto e meio do fim do duelo, Derek conseguiu a queda e se manteu por cima, pouco ativo, até o gongo final.

Antes, no UFC 208
Ronaldo Kacaré venceu Tim Boetsch por finalização;
Glover Teixeira venceu Jared por decisão unânime;
Dustin Poirier venceu Jim Miller por decisão majoritária;
Belal Muhammad venceu Randy Brown por decisão unânime;
Wilson Reis venceu Ulka Sasaki por decisão unânime;
Islam Makhachev venceu Nik Lentz por decisão unânime;
Rick Glenn venceu Phillipe Nover por decisão dividida;
Ryan LaFlare venceu Roan ‘Jucão’ Carneiro por pontos.
ANDERSON SILVA SUPERA BRUNSON E VOLTA A VENCER APÓS MAIS DE 4 ANOS ANDERSON SILVA SUPERA BRUNSON E VOLTA A VENCER APÓS MAIS DE 4 ANOS Reviewed by Erivan Justino on 13 fevereiro Rating: 5
Postar um comentário

Romário Bispo