POR QUE CORTAR O DEDO COM O PAPEL DÓI TANTO? A CIÊNCIA EXPLICA ISSO

reyqwy

De acordo com informações da Science Alert, o que ocorre é que, basicamente, as terminações nervosas são as principais culpadas. Nós tempos uma série de receptores de dor nas pontas dos dedos, muito mais do que em qualquer outra parte do corpo, o que você já deve ter notado ao colocar os dedos em uma superfície muito quente.
Segundo a dermatologista Hayley Goldbach, da Universidade da Califórnia, nos EUA, “as pontas dos dedos são como nós exploramos o mundo e realizamos pequenas tarefas mais delicadas”. Logo, é de se esperar que ali haja uma grande quantidade de terminações nervosas. “É uma espécie de mecanismo de segurança”, disse ela.
Tais terminações são chamadas de nociceptores, responsáveis por avisar o cérebro – por meio da sensação de dor – que estamos cercados de perigo, seja em razão de altas temperaturas, produtos químicos nocivos ou pressões que poderiam de alguma forma romper a pele. Agora, o papel também tem sua parcela de culpa. Por mais que eles aparentem ser lisos, suas bordas não são tão suaves e podem deixar um rastro de destruição quando passadas sobre a pele.
Geralmente, os cortes causados não são profundos o suficiente para ativar os mecanismos de defesa naturais do corpo – como a coagulação do sangue e formação de cascas. Assim, as terminações nervosas danificadas são deixadas expostas até que a pele ferida, por meio da flexão das nossas mãos e dedos, seja reparada.
Tudo o que se sabemos agora é baseado em conhecimentos empíricos e evidências limitadas, já que é de se esperar que não existem voluntários dispostos a fazer uma fila para terem seus dedos cortados por papel. Dessa forma, os cientistas têm que se basear no que já temos para oferecer palpites mais especializados. “Nós podemos usar nosso conhecimento da anatomia humana para nos ajudar aqui“, disse Goldbach. “É tudo uma questão de anatomia”.
Se você estiver disposto a testar a teoria em casa, basta dobrar uma folha de papel e tentar passar as extremidades dela nas costas ou pernas e veja se você consegue distinguir as duas pontas afiadas. Em seguida, faça o mesmo nas mãos ou rosto. É muito mais fácil sentir ambos os pontos no último caso, em razão das terminações nervosas extras.
Em um vídeo publicado pela Scientific American, pesquisadores sugerem que possa haver ainda um elemento psicológico associado aos cortes de papel: a dor se tornaria ainda mais aguda por que foi causada por algo pequeno e aparentemente inofensivo.
POR QUE CORTAR O DEDO COM O PAPEL DÓI TANTO? A CIÊNCIA EXPLICA ISSO POR QUE CORTAR O DEDO COM O PAPEL DÓI TANTO? A CIÊNCIA EXPLICA ISSO Reviewed by Erivan Justino on 27 janeiro Rating: 5
Postar um comentário

Romário Bispo