CURRAISNOVENSE DEVE HERDAR MEDALHA OLÍMPICA APÓS PUNIÇÃO À EQUIPE DE BOLT


O atleta potiguar Vicente Lenilson, 39 anos, deve herdar a medalha de bronze das Olimpíadas de Pequim, em 2008, depois do Comitê Olímpico Internacional ter flagrado o jamaicano Nesta Carter com a substância Metilhexanamina no exame antidoping na quarta-feira (25). Carter fazia parte da equipe do revezamento 4x100m rasos da Jamaica, que conquistou a medalha de ouro nos Jogos, ao lado de Usain Bolt, Asafa Powell e Michael Frater.
O time brasileiro do qual Lenilson fazia parte ao lado de Sandro Viana, Bruno Lins e Codó ficou na quarta posição na prova. Com a eliminação da equipe jamaicana, o Brasil deve subir ao pódio e ser coroado com a medalha de bronze. O COI, inclusive, já solicitou a devolução das medalhas de ouro do quarteto da Jamaica.
Em entrevista ao UOL Esporte, o potiguar, que não compete mais em alto rendimento, disse e não estar surpreso com o doping.
"Para mim não é surpresa. Em um ano competi como juvenil contra o Nesta Carter e ganhei dele fácil no Rio. No ano seguinte, o cara já estava o dobro do tamanho, correndo constantemente para baixo de 10s. Eu não tinha dúvida (que ele usava doping), mas dependendo do que você for falar, tem que provar. E eu não tinha como fazer isso. Mas o importante é que agora a justiça foi feita", disse o potiguar.
Apesar disso, lamentou a demora na apuração, já que, segundo ele, a Rede, equipe pela qual ele corria na época, ofereceu R$ 1 milhão para cada atleta que conquistasse medalha nos Jogos.
CURRAISNOVENSE DEVE HERDAR MEDALHA OLÍMPICA APÓS PUNIÇÃO À EQUIPE DE BOLT CURRAISNOVENSE DEVE HERDAR MEDALHA OLÍMPICA APÓS PUNIÇÃO À EQUIPE DE BOLT Reviewed by Erivan Justino on 27 janeiro Rating: 5
Postar um comentário

Romário Bispo