BATALHÃO DE CHOQUE ADENTRA ALCAÇUZ PARA REALIZAR TRANSFERÊNCIA DE PRESOS DO SINDICATO

Sem título
O Batalhão de Choque adentrou as imediações da penitenciária de Alcaçuz, em Nísia Floresta, no começo da tarde desta quarta-feira (18). A entrada foi negociada com os presos com o intuito de realizar a contenção dos detentos membros do PCC para que os integrantes do Sindicato do Crime possam ser levados e transferidos pelos agentes para outras penitenciárias do estado. Está confirmado que parte destes presidiários será transferida para a Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP), onde se encontram detidos mais membros do Sindicato.
No momento, viaturas do Grupo de Operações Especiais cercam a penitenciária em apoio ao Batalhão de Choque, enquanto o helicóptero Potiguar I sobrevoa a área também em suporte à operação. Alguns presos, que estavam nos telhados dos pavilhões se recolheram diante da ação policial. Ao todo, quatro ônibus estão à espera do desfecho da operação para que possam levar os detentos.
A medida é um plano do governo do Rio Grande do Norte para que se possa construir um muro provisório para separar os pavilhões rivais. Anteriormente, o governador Robinson Faria (PSD) havia dito que não mandaria forças policiais para dentro do presídio receando que pudesse culminar em um massacre semelhante ao ocorrido em Carandiru, em 1992.
BATALHÃO DE CHOQUE ADENTRA ALCAÇUZ PARA REALIZAR TRANSFERÊNCIA DE PRESOS DO SINDICATO BATALHÃO DE CHOQUE ADENTRA ALCAÇUZ PARA REALIZAR TRANSFERÊNCIA DE PRESOS DO SINDICATO Reviewed by Erivan Justino on 18 janeiro Rating: 5
Postar um comentário

Romário Bispo