ROBINSON FARIA DEIXA DE ENVIAR R$ 19 MILHÕES POR MÊS À SAÚDE

Números mostram que o governo continua sem repassar quase metade do valor necessário para o funcionamento da saúde pública 
Nesta quarta-feira (8), durante a Reunião do Conselho Estadual de Saúde, houve apresentação do demonstrativo de repasses financeiros da Secretaria de Planejamento (Seplan) para a Secretaria Estadual de Saúde (SESAP). Estavam presentes na mesa o Coordenador Financeiro da Sesap, Sidney Varela, o Promotor de Saúde, Carlos Henrique, e o conselheiro Francisco Nonato.

Os números mostram que o governo estadual continua sem repassar quase metade do valor necessário para o funcionamento da saúde pública. Segundo Sidney Varela, coordenador Financeiro da Sesap, o repasse não é suficiente para manter a saúde  funcionando. "A média para trabalharmos de uma forma organizada seria de R$ 40 milhões por mês. Não de  forma confortável, mas para manter a situação como está hoje", afirma. 

Nos primeiros 17 meses do governo Robinson Faria, a Seplan repasse à Sesap R$ 21,2 milhões por mês, em média. Ou seja, o governo estadual deixa de enviar cerca de R$ 19 milhões todos os meses para a saúde estadual.
A planilha mostra que o governo Robinson aumentou o valor dos repasses, comparando com os do último ano do governo de Rosalba Ciarlini, quando os hospitais viveram uma grave crise de desabastecimento. Em 2014, a média do repasse mensal chegou a apenas R$ 17,9 milhões, contra os R$ 21,2 milhões no governo Robinson. 

A nova secretária estadual de Saúde, Eulália de Albuquerque, e o secretário de Planejamento, Gustavo Nogueira, não compareceram à reunião, mesmo convocados. O Conselho deliberou a escrita e encaminhamento de uma nota de repúdio a essas ausências. 

Sindicatos e movimentos sociais estavam presentes e denunciaram as condições dos hospitais do RN. Para Simone Dutra, vice-cooodenadora-geral do Sindsaúde, o governo está fazendo uma escolha das verbas durante a crise econômica. "A escolha dele está sufocando a saúde pública e fazendo os usuários do SUS sofrerem. Não é possível que o Maria Alice pare de receber crianças porque não pagou a lavanderia!". Os servidores da saúde têm um indicativo de greve dia 20.
ROBINSON FARIA DEIXA DE ENVIAR R$ 19 MILHÕES POR MÊS À SAÚDE ROBINSON FARIA DEIXA DE ENVIAR R$ 19 MILHÕES POR MÊS À SAÚDE Reviewed by Erivan Justino on 09 junho Rating: 5
Postar um comentário

Romário Bispo