KELPS LIMA QUESTIONA FALTA DE MEDICAMENTOS NA UNICAT PARA DOENÇA FALCIFORME

Em pronunciamento na sessão plenária da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (28), o deputado Kelps Lima (Solidariedade) questionou a falta de medicamentos para tratamento de doença falciforme na Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat) do Rio Grande do Norte.
“A Unicat vive uma constante falta de medicamentos. A medicação para doença falciforme, patologia que causa muita dor e sofrimento aos portadores, já está em falta na unidade há um ano”, disse Kelps.

De acordo com o parlamentar, a situação não apenas reflete nos pacientes e familiares, como também gera prejuízos ao Estado. “Ao não fornecer o medicamento gratuitamente aos pacientes, estes ajuízam uma ação judicial e o Estado acaba obrigado a adquirir o medicamento a preço de mercado. Ou seja, acaba gastando mais”, observa.

Os medicamentos ausentes na Unicat para o tratamento da doença falciforme, segundo Kelps Lima, são o Hydrea e o Exjade. A doença falciforme é um mal hereditário, com sintomas semelhantes aos da anemia comum, como cansaço e palidez. A diferença é que o paciente tem crises recorrentes e é mais suscetível à infecção, por isso o tratamento não deve ser interrompido. A enfermidade é causada por uma deformação nas hemácias ou glóbulos vermelhos, células do sangue responsáveis pelo transporte de oxigênio.
KELPS LIMA QUESTIONA FALTA DE MEDICAMENTOS NA UNICAT PARA DOENÇA FALCIFORME KELPS LIMA QUESTIONA FALTA DE MEDICAMENTOS NA UNICAT PARA DOENÇA FALCIFORME Reviewed by Erivan Justino on 28 junho Rating: 5
Postar um comentário

Romário Bispo