SERVIDORES DA SAÚDE FARÃO PARALISAÇÃO DE 24 HORAS E ATO NA GOVERNADORIA

Protesto no dia 04 de maio será contra atraso no pagamento e ameaça ao adicional de insalubridade de 5 mil servidores da saúde
Na próxima quarta-feira (04), o Sindsaúde fará uma paralisação de advertência, em todos os hospitais e unidades de saúde do estado e também de servidores cedidos aos municípios. Os servidores farão uma assembleia em frente à Casa Civil, às 09h, seguida de um ato público.

O ato irá exigir o pagamento do salário dentro do mês, o que não vem sendo feito neste ano - O salário de abril será pago em três datas (6, 9 e 10), sendo que os servidores da saúde receberão na primeira data, junto com educação e segurança.

O protesto conta com o apoio do Fórum dos Servidores Estaduais, que reúne diversas categorias do funcionalismo, e apresentou uma pauta unificada ao governo.

INSALUBRIDADE
Além do atraso, o Sindsaúde denuncia a ameaça de retirada do adicional de insalubridade de 5.400 servidores da saúde, como resultado de uma auditoria na folha de pagamento feita pela empresa Delloite. O corte, se concretizado, atingirá um entre cada três servidores estaduais. Só no Hospital Walfredo Gurgel, 480 servidores estão na lista, incluindo técnicos de enfermagem, enfermeiros e médicos.

"Acabo de sair de uma cirurgia de um paciente soropositivo. Lá na sala tem outro paciente com tuberculose e nem máscaras e luvas temos aqui. E a gente não tem direito à insalubridade?", questiona uma técnica do Centro Cirúrgico do Walfredo, cujo nome aparece na lista e precisará provar que tem direito ao adicional.

O Sindsaúde fará uma campanha para que o governo não cometa injustiças em relação aos direitos dos servidores da saúde. "Nossos salários estão congelados há seis anos e agora ainda pagam atrasado e querem tirar os adicionais. Não aguentamos pagar pela crise das contas públicas", afirma Simone Dutra, vice-coordenadora-geral do Sindsaúde-RN.
SERVIDORES DA SAÚDE FARÃO PARALISAÇÃO DE 24 HORAS E ATO NA GOVERNADORIA SERVIDORES DA SAÚDE FARÃO PARALISAÇÃO DE 24 HORAS E ATO NA GOVERNADORIA Reviewed by Erivan Justino on 28 abril Rating: 5
Postar um comentário

Romário Bispo