TRABALHADORES DO BRASIL FARÃO ATO DIA 1º DE ABRIL, CONTRA AS MENTIRAS DO GOVERNO E DO CONGRESSO

Em Natal, protesto terá início às 15h, no cruzamento da Av. Salgado Filho com Av. Bernardo Vieira
Nesta sexta-feira (01), “Dia da Mentira”, entidades, organizações e movimentos sociais que integram a CSP-Conlutas e o Espaço Unidade de Ação farão manifestações, atos públicos, paralisações, greves e agitações em diversas cidades do País. Em São Paulo, o ato será na Avenida Paulista.

A manifestação é uma tentativa de formar uma alternativa dos trabalhadores diante dos dois campos que estão em disputa no País. Em Natal, a concentração está marcada para às 15h em frente ao shopping Midway e é apoiada por sindicatos como o da saúde e o dos bancários.

“Não participamos nem dos atos convocados pela Fiesp, nem dos protestos do dia 31, convocados pelo PT. Nenhum dos dois lados nos representa”, afirma Rosália Fernandes, do Sindsaúde-RN e da CSP-Conlutas. “Os principais partidos brigam pelo poder, mas estão juntos na hora de atacar os trabalhadores e os serviços públicos e estão todos na Lava Jato”, completa.

Além das críticas direcionadas ao governo e à oposição, o protesto irá denunciar a nova reforma da Previdência e o ajuste fiscal dos governos, em especial a proposta do ministro da Fazenda, que permite o refinanciamento da dívida dos estados apenas para os estados que proibirem concursos e reajustes salariais, entre outros pontos.

Também está na pauta da manifestação em Natal o escândalo de funcionários fantasmas na Assembleia Legislativa, o atraso de salários do funcionalismo, a onda de demissões e fechamento de empresas e a venda dos poços da Petrobrás no RN. O Sindsaúde-RN pede ainda a suspensão do pagamento das parcelas do estádio Arena das Dunas, devido ao envolvimento da empreiteira OAS com a corrupção.
TRABALHADORES DO BRASIL FARÃO ATO DIA 1º DE ABRIL, CONTRA AS MENTIRAS DO GOVERNO E DO CONGRESSO TRABALHADORES DO BRASIL FARÃO ATO DIA 1º DE ABRIL, CONTRA AS MENTIRAS DO GOVERNO E DO CONGRESSO Reviewed by Erivan Justino on 30 março Rating: 5
Postar um comentário

Romário Bispo