JUSTIÇA JULGA MÉRITO DO AGRAVO E MANDA LIBERAR RECURSOS DA BBOM

Ao julgar agravo de instrumento da BBOM, Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região determinou a liberação parcial de recursos da Embrasystem, detentora da marca BBOM, para a compra de rastreadores, pagamento de dívidas trabalhistas, impostos e outras demandas.

Contrariando o Ministério Público, que pedia o fechamento da empresa, a Justiça reconheceu que apenas sobre parte das atividades da BBOM é que recai dúvida e sobre a questão o andamento do processo exigirá o trabalho da perícia. A Justiça reconheceu que sobre toda a atividade ligada à venda direta e de franquias da BBOM não há dúvida.

No julgamento do agravo de instrumento o TRF determinou a liberação de parte dos recursos bloqueados desde 2013 para a compra de rastreadores, pagamento de dívidas trabalhistas, impostos e outras demandas, o que permitirá à BBOM honrar suas obrigações.

"Essa vitória, ainda que parcial, mais do que determinar a liberação de recursos do ativo financeiro, renova nossa confiança na Justiça e nosso comprometimento com nosso maior bem - os franqueados", comemorou o presidente da BBOM, João Francisco de Paulo.

"Foram quase três anos de luta para desbloquear o dinheiro da empresa que afetou cerca de 700 mil micros franqueados, pessoas que num momento de crise veem na BBOM uma oportunidade de ter seu próprio negócio", explica o presidente.
JUSTIÇA JULGA MÉRITO DO AGRAVO E MANDA LIBERAR RECURSOS DA BBOM JUSTIÇA JULGA MÉRITO DO AGRAVO E MANDA LIBERAR RECURSOS DA BBOM Reviewed by Erivan Justino on 01 março Rating: 5
Postar um comentário

Romário Bispo