APÓS ATAQUES, SERVIDORES AMEAÇAM SUSPENDER ATENDIMENTO NO SANTA CATARINA

Os servidores do Hospital Santa Catarina, na Zona Norte de Natal, estão sofrendo com a falta de segurança. Nesta sexta-feira (22), uma paciente tentou agredir os profissionais de saúde por duas vezes, sendo impedida por outros pacientes e acompanhantes. A paciente, que teria passagem na polícia, se recusava a tomar soro. Outros casos de ameaça ocorreram nos últimos dias, inclusive de um paciente com esquizofrenia. De madrugada, duas técnicas de enfermagem fizeram boletim de ocorrência (BO).

Pela manhã, a equipe de enfermagem se reuniu com o Sindsaúde e levou o caso a direção do hospital e à Sesap. Caso não seja garantido a segurança, os trabalhadores prometem suspender o atendimento externo no hospital a partir das 13h de hoje, atendendo apenas os que já estão internados e casos de urgência obstetrícia.

A falta de segurança no hospital aumentou com a redução dos vigilantes, que cruzaram os braços há 13 dias, em virtude do atraso no pagamento dos salários. Desta forma, há vigilância apenas na guarita, na entrada do hospital.

"Não dá para trabalhar desse jeito. O que estamos esperando? Que alguém seja agredido, como o médico que foi atacado em Tibau do Sul? Nós apoiamos a greve dos vigilantes e exigimos que governo estadual garanta que as pessoas possam trabalhar com segurança", cobra Simone Dutra, coordenadora-geral do Sindsaúde.
APÓS ATAQUES, SERVIDORES AMEAÇAM SUSPENDER ATENDIMENTO NO SANTA CATARINA APÓS ATAQUES, SERVIDORES AMEAÇAM SUSPENDER ATENDIMENTO NO SANTA CATARINA Reviewed by Erivan Justino on 23 janeiro Rating: 5
Postar um comentário

Romário Bispo